segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

“Veja você, onde é que o barco foi desaguar...”


Ontem, no dia do aniversário dela, o primeiro em que nós somos amigas, é o dia que eu decidi falar sobre ela aqui no blog (que original né? ¬¬).

Sim, pra começar é bom deixar esclarecido para os desavisados que eu simplesmente a odiava (juro que não sei o porquê até hoje) e que nunca, nunquinha mesmo imaginava que iria ter essa ligação que tenho com ela atualmente.
Posso dizer que ela mudou minha vidinha? Com toda certeza do mundo! Primeiro o meu conceito sobre a própria, depois ter me apresentando a banda que mais fala de mim e do meu mundo para todo sempre [amém!]: Los Hermanos! Fazendo assim uma nova maneira de ver a música em mim. Em seguida foi a nossa descoberta de que somos gêmeas na “arte de ser otária” e de tantas outras milhões de coisas que até a gente se assusta quando comenta.Logo depois foram as nossas “Expedições”;todas devidamente fotografadas e
resenhadas por dias a fio, e por fim a nossa extrema e por que não assustadora amizade de menos de um ano que mais parece de uma vida inteira.

Atualmente, nossa amizade se resume num todo: Todo-dia-se-vê, Todo-dia-falamos-as-mesmas-coisas, Todo-lugar-juntas, Todo-carnaval-tem-seu-fim (Opa! Esse aí não!). E sem contar, que, em quase um ano amigas, nunca brigamos né? Só agüentando seus milhões e milhões de pitís e ciúmes que em menos de 24h se dissipa. [volátil feito a acetona...]

Ah! Agora já chega que ela vai ficar insuportável quando ler isso. Só vou terminar com um trechinho de uma carta que ela fez pra mim no dia 15 de abril de 2007, logo depois de um fato infeliz que acabou sendo marco da nossa amizade:

“Sou sua mais nova amiga multifuncional! (...) Vamos conseguir superar isso juntas e depois vamos rir de tudo!
Viva a sua depressão de hoje e depois tente pensar em coisas boas, como diamante negro e coisas parecidas!
EU TE AMO! Você quer mais o que hein?”

(Flávia Ataíde, em 15/04/2007)

Faço minhas as suas palavras, para sempre! (ou enquanto durar o estoque! Rsrs)

Acho que o título descreve sinteticamente o que é a nossa amizade.

Um comentário:

Flávia disse...

É, eu sou o máximo! 8)

[silver]Te amo! [de novo]